Notícias

Hortolândia abre inscrições para Curso de Prevenção e Enfrentamento à Violência Sexual Contra a Criança/Adolescente Destaque

  • Escrito por  Departamento de Comunicação

Promovida pela Escola de Gestão da Prefeitura, formação gratuita é voltada a profissionais do Ensino Fundamental da rede municipal de educação

Estão abertas as inscrições para a turma V do Curso de Prevenção e Enfrentamento à Violência Sexual Contra a Criança/Adolescente, promovido pela EGPH (Escola de Gestão Pública de Hortolândia), órgão da Secretaria de Administração e Gestão de Pessoal da Prefeitura. A formação, gratuita, de 40 horas/aula, é voltada a servidores da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, preferencialmente que atuam no Ensino Fundamental.

Há 50 vagas disponíveis, que devem ser preenchidas até o dia 17 deste mês. O edital e os anexos da Chamada Pública n° 0005/2021, da EGPH, com informações sobre o curso, formulário de inscrição, dentre outros, estão disponíveis no Port@l d@ Servidor@ e podem ser consultados neste link: https://portaldoservidor.hortolandia.sp.gov.br/index.php/cursos/.

A formação online será ministrada pela psicóloga Ana Lúcia Denadai Schmidt, com uso da Plataforma Educacional da Escola de Gestão de Hortolândia: http://moodle.hortolandia.sp.gov.br; e do aplicativo de reuniões Zoom Meeting. A previsão é que as aulas comecem no dia seis de outubro.

“A escola ocupa um lugar privilegiado na rede de proteção de crianças e adolescentes. Esteja o ensino em formato remoto ou presencial, os professores são os profissionais que estão mais próximos as nossas crianças e adolescentes! Por isso, é importante que estejam sensibilizados e capacitados para atuar como agentes da Rede da Proteção. Em especial, no enfrentamento das violências, reconhecendo sinais e sintomas apresentados pelas crianças e adolescentes, sabendo ouvir de forma acolhedora, bem como realizar os encaminhamentos necessários em rede, de acordo com a legislação vigente. A escola também é espaço para a prevenção primária das violências, através da educação para a proteção contra às violências física, psicológica e sexual. É papel da escola elaborar e desenvolver atividades que auxiliam as crianças e os adolescentes e a se defenderem de todos os tipos de violências”, afirma Ana Denadai.

ACESSE AQUI SUAS ATIVIDADES DO ANTIGO BLOG DE 2020

     

Entrar