Notícias

Hortolândia retoma aulas presenciais em escolas da Prefeitura, de olho nos protocolos sanitários Destaque

  • Escrito por  Departamento de Comunicação

Nesta quarta-feira (15/09), 59 escolas da rede municipal e 39 contratadas fizeram retomada consciente das atividades, após 17 meses em regime virtual

Estudantes da rede municipal de Hortolândia retornaram, nesta quarta-feira (15/09), às salas de aula, após 17 meses de atividades remotas, mediadas pelo Espaço “Educação na rede; Hortolândia: território de saberes”, em razão da pandemia do Coronavírus. Todas as 59 escolas da rede municipal, assim como as 39 contratadas por meio do Programa Bolsa Creche, se prepararam com muito carinho para este momento, em que acolhimento e segurança devem andar de mãos dadas. 

A partir de agora, para entrar no ambiente escolar é preciso usar corretamente a máscara individual (cobrindo boca e nariz), higienizar as mãos com frequência com água e sabão ou álcool em gel, manter distância segura do coleguinha e não apresentar sintomas gripais, como espirro, tosse e febre que poderá ser detectada com a medição da temperatura feita na porta da escola.

Para garantir a saúde de todos e o bom andamento das atividades pedagógicas até o final do ano, a Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, cuidou, previamente, de uma série de outros itens importantes. Afinal, cada detalhe conta, neste momento. Entre eles estão a disponibilização de vacinas para todos os profissionais da Educação; a elaboração de um guia técnico com orientações de segurança sanitária durante a pandemia por COVID-19, contendo o “Protocolo Sanitário” geral para a rede municipal de ensino, postado no site oficial; a preparação, por meio de formações, de toda a equipe para a retomada, bem como o constante diálogo com pais e responsáveis, motivando-os a também se vacinarem e orientando sobre o momento de retomada segura das aulas presenciais.

Mas, como todo trabalho em equipe, a parceria da família é indispensável. Afinal, caberá aos pais e responsáveis orientar e preparar a criança para esta nova etapa de vida na escola, pois a pandemia ainda não acabou e é preciso evitar a transmissão do vírus, entre vacinados e não vacinados, como as crianças até 11 anos de idade. 

“Os pais deverão mandar sempre duas máscaras reservas na mochila e não levar os filhos à escola, caso estejam apresentando sintomas gripais. Nesse caso, deverão procurar uma unidade de saúde. Nossas unidades de referência para crianças com sintomas gripais são a UPA-24h (Unidade de Pronto Atendimento) Jd. Rosolém e Jd. Amanda”, esclarece a pedagoga Renata Müller, da Secretaria de Saúde, que ministrou formação sobre protocolos sanitários para os profissionais da Educação.

“Todos os profissionais da educação se prepararam muito para garantir que esse retorno acontecesse de maneira segura e responsável. Estamos cientes que esse é um momento também de readaptação, de muita observação e, acima de tudo, de acolhimento das nossas crianças e toda comunidade escolar. Dentro de cada realidade e particularidade, as escolas voltam a receber os alunos com muita alegria, carinho e segurança”, ressaltou a diretora de Educação Infantil, Simone Locatelli.

“O retorno foi planejado com cuidado, mas é sempre importante lembrar que ainda vamos aprender muito no cotidiano dentro das escolas. O que funciona e o que não funciona para cada aluno, realidade e unidade escolar. Estamos preparados para receber novamente a comunidade e felizes em ver nossos alunos voltando aos poucos ao ambiente escolar”, afirma o diretor de Ensino Fundamental, Educação Integral e EJA (Educação de Jovens e Adultos), José Luís Menegoro.

Confira abaixo um resumo do Protocolo de Retomada:

- Uso da máscara obrigatório para crianças acima de cinco anos (exceto as que têm TEA - Transtorno do Espectro Autista);

- Manter o distanciamento social de um metro;

- Manter as mãos sempre higienizadas;

- Escolas deverão ter álcool em gel em todos os ambientes:

- Todas as escolas farão a aferição da temperatura na entrada;

- Todos os ambientes serão higienizados a cada troca de turma;

- Todos os profissionais da educação receberam a formação da Secretaria de Saúde para realizarem a retomada de forma segura;

- O Departamento de Vigilância em Saúde fará visitas às escolas para sanar possíveis dúvidas e realizar orientações.

ACESSE AQUI SUAS ATIVIDADES DO ANTIGO BLOG DE 2020

     

Entrar